domingo, 22 de fevereiro de 2009

Pretérito perfeito ou o presente eterno?

Por Rosamélia
Obviedades...
Tenho acreditado em tanta coisa a meu respeito
Crer em mim é uma forma de respeitar-me...
Respeitar-me é uma forma de amar a mim mesma!

Tenho acreditado em tanta coisa a teu respeito
Crer em ti é uma forma de respeitar-te...
Respeitar-te é uma forma de acreditar no mundo.

Tenho acreditado em tanta coisa acerca do mundo.
Crer no mundo é o princípio da esperança...
Respeitar o mundo é um princípio para preservá-lo.

Tenho acreditado em tanta coisa acerca das teorias.
Crer nas teorias é um princípio para hipotetizá-las...
Respeitar as teorias é o princípio para ampliá-las.

Tenho acreditado em tanta coisa acerca do amor.
Crer no amor é uma forma de respeitar o humano...
Respeitar o humano é uma forma de amar.




Digite aqui o resto do post

2 comentários:

Júlio disse...

quantas afirmações!

Guilherme Guimarães Jr. disse...

Muito bom! Você convence o leitor de que a maior obviedade que pode existir é amar a si mesmo e ao próximo. Acredito que somente através do amor sincero todas as outras coisas fazem sentido, e me refiro ao amor fraternal (aghape, do grego), e não ao amor da paixão.

Beijos no coração!