quinta-feira, 22 de março de 2012

Mim e Te.

O solidão se acostumou dentro do Mim.
O Mim não quis relutar, apenas deslutava.
Acomodava. Despartia. Crescia.
O Mim e o Te na Terra do Nunca.
O nunca se presentifica.
O presente  glorifica.
A glória traz paz
Aos corações acostumados à solidão.
Solidão que preenche vazio
Vazio regressa sentimentos:
Amor cresce dentro do Mim.

2 comentários:

teneusansou@gmail.com disse...

Rosa Amélia, adorei todo o seu blog. Parabéns!

teneusansou@gmail.com disse...

Rosa Amélia, amei todos os seus poemas, suas frases e especialmente o projeto sobre leitura. Gostaria que me indicasse uma bibliografia para fazer meu artigo sobre desmotivação pela leitura no ensino médio.
Atenciosamente,
Professora Teresa Neuma