terça-feira, 6 de janeiro de 2015

HOJE É O DIA DOS SANTOS REIS

Cresci vendo a minha família celebrar o dia de Santos Reis. Na roça, era dia de festa, muita comida, muitos biscoitos para receber a vizinhança, muita bebida, muita reza. O terreiro de terra branca batida, íngreme, cheio de crianças, a sala cheia de rezadores e foliões, os foliões eram lindos em suas fantasias. Ah, junto com eles, havia muita cantiga. Muita inocência no meu olhar. Minhas irmãs contam que o meu pai, diante de umas dificuldades lá no interior da Minas Gerais, muito devoto, prometeu aos Santos Reis que os homenagearia todo dia 06 de janeiro enquanto tivesse vida, se a ele fosse concedida a graça de sair da pendenga que viveu. Meu pai era um homem muito brincalhão e zombeteiro. Um dia, zombou do redemoinho, instigando-o a provar que era mesmo coisa do "demo" como se propaga na região... E parece que o capiroto provou-se pelo redemoinho. Foi uma confusão só. Meu pai, diante do desespero, devoto dos Santos Reis, vendo sua casa toda destelhada e o reDEMOinho levar tudo pelos ares, rogou pela intercessão dos Santos Reis, que lhe valeram por toda vida. Que viva o dia de Santos Reis. Que vivam os Santos Reis. Que viva a nossa cultura tão cheia de maravilhas. http://letras.mus.br/tim-maia/48916/

Nenhum comentário: