quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Filho meu


Thiago,
Você se parece muito comigo: na garra, na persistência, no empenho em fazer bem as coisas.
Te admiro muito, meu filho.
Saiba que você foi e é a razão de muita coisa boa na minha vida.
Te amo...
OLHA AÍ, GENTE, O MEU FILHOTE NÃO É UM GATO?


3 comentários:

Tomy disse...

bah...nunk vi mais feio

Elayne disse...

Rosa,

Vejo no seu gato, um sorriso lindo e o mesmo brilho no olhar que você tem!
Parabéns pelo filhote. Esses meninos crescem tão rápido...

Beijos

Thata Cari disse...

Rosa, conheci hoje seu blog e fiquei extasiada!
Compartilho com você o amor pela linguagem e por Bakhtin. Sou professora do ensino médio no interior de São Paulo e pesquisadora da área de Linguística textual.
Amei seus textos teóricos, sua sensibilidade poética, enfim, foi um prazer conhecê-la!

Será sempre um prazer visitá-la aqui e trocar ideias!
Se quiser, visite meu blog www.xucurus.blogspot.com

Um abraço!